(Tempo de Leitura: 7 min.)

Se sua organização está entrando em um relacionamento com um fornecedor ou parceiro, realizar uma due diligence é fundamental para mitigar o risco de terceiros. Ela permite que as equipes de gerenciamento de risco e conformidade tomem decisões assertivas sobre com quem sua organização faz negócios e a protejam contra possíveis responsabilidades e suas consequências.

A due diligence cibernética é uma das etapas mais importantes antes de iniciar uma parceria com uma empresa terceirizada, pois revela quaisquer riscos ocultos ou vulnerabilidades que possam prejudicar sua rede. Atualmente, realizar a due diligence de segurança cibernética em relacionamentos com terceiros tornou-se cada vez mais importante. À medida que sua empresa aumenta sua dependência de terceiros, é fundamental que esses fornecedores sejam examinados minuciosamente quanto a riscos cibernéticos.

O que é due diligence de terceiros

A due diligence de terceiros é a investigação que se espera que uma pessoa ou empresa realize antes de firmar um contrato ou acordo com outra parte. Quando uma empresa procura terceirizar o trabalho ou contratar um novo fornecedor, ela realiza a due diligence de terceiros para entender quaisquer problemas ou riscos associados a esse novo relacionamento.

O processo de due diligence de terceiros envolve, em primeiro lugar, inventariar todos os terceiros em potencial e avaliar os riscos associados a cada um. Os avaliadores de risco coletam quaisquer dados ou informações relevantes sobre a estrutura de negócios, reputação, propriedade e operações de um fornecedor em potencial e, em seguida, mergulham mais profundamente nas áreas relevantes, tais como conformidade ou potencial para suborno.

As áreas exatas de exploração durante o processo variam de acordo das organizações envolvidas. Dependendo da situação, fatores como regiões em que uma organização opera, relacionamentos comerciais de terceiros e outros podem entrar em jogo. A due diligence, propriamente, dita pode ser realizada pela própria organização ou com a ajuda de um prestador de serviços especializado neste tipo de investigações.

A realização de due diligence de terceiros é importante para que as empresas tomem decisões informadas sobre com quem trabalham e contratam, a fim de evitar possíveis problemas associados a questões como conformidade, regulamentos e imagem pública. O processo pode ajudar a organização a entender seu potencial de responsabilidade e risco antes de envolver-se em um acordo formal, bem como fornecer informações sobre quais medidas de mitigação podem ser necessárias ou quais são as mais adequadas.

Por que a due diligence de terceiros é importante

À medida que as organizações evoluem em um mercado global, elas devem estar cientes de vários ambientes regulatórios, regras de privacidade de dados, sanções e leis, entre outras questões. Com um número maior de recursos regulatórios e modelos de conformidade disponíveis, as empresas são mantidas em padrões mais altos pelos reguladores, o que significa que os líderes empresariais estão cada vez mais motivados a priorizar a due diligence.

Os relacionamentos com terceiros também apresentam vários riscos, além do legal e da conformidade, incluindo exposição a ameaças cibernéticas e publicidade negativa. Para empresas maiores, algumas com milhares de relacionamentos com terceiros, o risco total também aumenta e pode significar um desastre se a due diligence não for realizada todas as vezes.

Em outras palavras, a due diligence de terceiros é importante porque não executá-la abre as organizações a consequências potencialmente devastadoras, que podem não ser reversíveis ​​em um mercado global competitivo e, cada vez mais, complexo.

Due diligence em segurança cibernética

Durante o processo de integração de terceiros, é trabalho do profissional de segurança avaliar as políticas e práticas de segurança de um fornecedor em potencial. Normalmente, esse processo de triagem pode seguir uma lista de verificação ou avaliação pré-acordada de “due diligence de novos fornecedores”.

No entanto, essa forma de due diligence de segurança cibernética pode introduzir atrasos frustrantes ou obstáculos processuais no processo de integração. As avaliações de risco de segurança (que podem incluir questionários de avaliação de risco, testes de penetração e, até mesmo, visitas ao local) são demoradas e difíceis de escalar entre as dezenas, senão centenas, de fornecedores com os quais sua organização trabalha.

Esse tipo de due diligence em segurança cibernética é, geralmente, um processo único que pode expor sua organização a vulnerabilidades. Isso ocorre porque as avaliações pontuais não levam em conta a evolução do risco e as mudanças nas posturas de segurança cibernética de seus fornecedores, deixando a organização aberta a possíveis ataques cibernéticos.

Boas práticas em due diligence cibernética

O pré-engajamento e a assinatura de uma due diligence de segurança cibernética podem afetar as equipes de TI, segurança, jurídica e de conformidade mas, ao seguir um conjunto de boas práticas, juntamente com soluções de monitoramento contínuo e automatizado, sua organização pode reduzir o risco de trabalhar com terceiros e aliviar a carga sobre os funcionários.

Classificação de fornecedores por criticidade

Uma maneira de economizar tempo durante a due diligence de integração do fornecedor é agrupar ou hierarquizar seus fornecedores com base na importância deles para sua organização. Por exemplo, uma empresa que fornece um serviço importante ou tem acesso a seus dados confidenciais seria uma prioridade mais alta do que uma empresa que não tem acesso imediato a informações proprietárias ou que não executa uma função de missão crítica.

A classificação pode ser realizada rapidamente utilizando uma ferramenta de rating cibernético como o GAT Security Score, que faz a identificação da superfície de exposição da empresa a ataques cibernéticos, com entrega de avaliação do nível de segurança em forma de rating, contendo apontamentos de riscos da empresa, seus fornecedores e terceiros.

Avaliação de risco utilizando rating de segurança

Depois de classificar seus terceiros, é hora de realizar a due diligence de segurança cibernética em suas posturas de segurança. Ao invés de depender de avaliações tradicionais de fornecedores com uso intensivo de recursos, você pode agilizar esse processo contando com a avaliação em forma de rating do GAT Security Score.

A plataforma capacita sua equipe, comparando os perfis de segurança dos fornecedores lado a lado, e permite priorizá-los de acordo com o risco – com uma pontuação mais alta sugerindo uma postura de segurança mais forte. Ao contrário das práticas de avaliação pontuais, as classificações são atualizadas constantemente para fornecer visibilidade sem precedentes da postura de segurança de um fornecedor.

Com esse insight, você pode ir além do seu nível inicial e priorizar, ainda mais, quais fornecedores precisam de mais atenção. Você pode decidir, por exemplo, que o processo de avaliação para fornecedores com classificações de segurança altas pode não precisar ser tão rigoroso, enquanto o processo para fornecedores com classificações mais baixas deve ser mais completo.

Definição de limites ​​de risco em segurança cibernética

Você também pode usar o GAT Security Score para estabelecer limites de risco aceitáveis ​​e desenvolver critérios para garantir que toda a sua rede de terceiros atenda a esses limites.

Por exemplo, você pode consultar suas equipes jurídica e financeira para implementar controles contratuais extras com base na classificação de um determinado fornecedor. Aqueles com classificações mais baixas podem exigir controles mais rigorosos para garantir que atendam ao seu limite de risco aceitável.

Depois de estabelecer esse limite, continue a colaborar com o departamento jurídico para elaborar políticas e linguagem contratual aplicável, como SLAs de segurança cibernética, para garantir a conformidade ao longo da vida de seus contratos.

Trabalhe com a equipe para desenvolver um plano de remediação caso um fornecedor fique abaixo do limite estabelecido e, em seguida, utilize o monitoramento contínuo para garantir que os terceiros em sua rede de fornecedores continuem mantendo suas partes no acordo de segurança.

Monitoramento contínuo de fornecedores

A due diligence de segurança cibernética não termina quando o contrato é assinado. É fundamental que você esteja ciente das posturas de segurança de seus fornecedores durante o restante de suas parcerias. Para acompanhar as mudanças nos perfis de risco de seus fornecedores, use uma solução de monitoramento contínuo como o GAT Security Score para gerenciamento de riscos cibernéticos de terceiros.

Benefícios da due diligence de terceiros

Aprofundando um pouco mais, as seções a seguir descrevem vários benefícios associados à realização de due diligence completa de terceiros:

Visibilidade da situação do fornecedor

Ao realizar a due diligence, você obtém informações e insights sobre o histórico de cada fornecedor em potencial. Isso inclui informações sobre a infraestrutura do fornecedor, fatores de risco que podem afetar a reputação da marca e até problemas de conformidade que ele possa ter. Essas informações não apenas permitem que você determine o risco associado a esse fornecedor, mas também podem ajudar a escolher entre fornecedores, bem como adequar quaisquer negociações que você possa realizar. Depois de integrar um novo fornecedor, você também deve estabelecer uma prática de due diligence contínua para ficar a par de quaisquer alterações de status ou risco.

Identificação de riscos inerentes

Como os terceiros são entidades separadas da sua operação, você simplesmente não tem a supervisão e o controle que lhe permitiriam garantir que as práticas estejam alinhadas com as exigências e os objetivos do seu negócio. Eles podem não atender requisitos que você não se sentiria à vontade para ignorar ou correr riscos que estejam em oposição direta à sua integridade.

A realização de due diligence de terceiros é o que ajuda você a descobrir todos e quaisquer problemas em potencial antes que eles possam afetar seus negócios. Ele permite que você estabeleça uma imagem clara de quem é o terceiro, bem como com quem eles trabalham e se alinham. Sua investigação pode descobrir riscos inerentes associados a operações, segurança cibernética e corrupção. Em particular, a corrupção é uma grande preocupação porque você não quer que questões relacionadas à lavagem de dinheiro, sanções comerciais ou leis antitruste repercutam em seus negócios.

Você também deve procurar entender as obrigações regulatórias e de conformidade de sua empresa, que podem ser diferentes daquelas de seu fornecedor ou de terceiros com os quais você se envolve. Tais questões devem ser reforçadas e mitigadas à medida que você estabelece novos relacionamentos.

Proteção da reputação da empresa

Para muitas empresas, a reputação é primordial. Qualquer investigação de due diligence completa incluirá análises minuciosas dos riscos e da reputação de terceiros em potencial para proteger a reputação de sua empresa. Você também pode obter informações sobre com quem o terceiro se envolve, as quartas partes, e analisar fatores que podem afetar a reputação da empresa de forma positiva ou negativa.

Mitigação e gerenciamento de riscos

A conclusão de uma investigação de due diligence completa ajuda a garantir que sua empresa cumpra todas as leis e regulamentos sem ignorar lacunas ou problemas que surgem por meio de seus contratos e relacionamentos com terceiros. Você mitigará sua exposição a riscos, diminuirá a probabilidade de ser pego de surpresa por má publicidade e evitará problemas futuros associados a erros, falhas e riscos.

Como o GAT Security Score pode ajudar

A utilização do GAT Security Score para o gerenciamento de risco de terceiros (TPRM) ajuda você a entender a postura de segurança de seus terceiros, obtendo visibilidade de inventário digital e fatores de risco de seus fornecedores e parceiros. Você pode avaliar a postura de segurança de qualquer entidade a partir da coleta de dados públicos em um domínio web, de forma totalmente discreta e não intrusiva, permitindo que opere em escala enquanto comunica expectativas, relata a conformidade, acompanha o progresso e cria confiança.

Os recursos incluem visibilidade constante por meio do monitoramento contínuo, a capacidade de alavancar fluxos de trabalho intuitivos à medida que você convida fornecedores para colaborar em iniciativas de segurança cibernética e a capacidade de ficar à frente de exploits do tipo “zero day” e outros ataques que aparecem em outras partes do seu setor. Saiba mais sobre seus fornecedores, impulsione o engajamento, colabore perfeitamente e reduza o tempo de avaliação com o GAT Security Score.

Você também pode curtir isso:

Av. Angélica, 2582 – 2° Andar
Bela Vista – São Paulo/SP
CEP 01228-200
+55 (11) 4395-1322
contato@gatinfosec.com

Siga-Nos

×